segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Samuka Duarte, Correio Verdade e a "Caravana da Verdade"

O Personagem

Samuka Duarte é um personagem, ou melhor, uma performance. Não se distingue do seu ator, que traz para a sua performance diária os conhecimentos populares da língua, das gírias, das formas de andar, falar, se portar e agir. Também tem cor e cara de povo: baixo, corpo não atlético, cabelo ruim, moreno. A única formalidade é a vestimenta: sempre de terno.
Seu ator sabe bem o que falar e como agir: conhece e domina jargões populares. Sempre agradecer a deus, por exemplo, é um jargão para um público que não se separa da religião, seja ela católica ou protestante. Se o povo está embaixo de chuva em uma caravana(1) , é porque “Deus está abençoando”(2) . Além disso, Samuka e seus repórteres – Emerson Machado, o Môfí, e Águia – reutilizam jargões e gírias dos criminosos pobres presos, que geralmente entrevistam. “Deu águia!”, usado quando a polícia está chegando em algum local e “Môfí”, contração de “Meu Filho”, como se chamam os pares, são alguns deles. Esse uso coloca a linguagem como forma de aceitação e de identificação àquela performance por parte do público.

O Programa e o Sistema

O programa Correio Verdade está dentro do Sistema Correio de Comunicação, composto também pelos jornais impressos Correio da Paraíba e Paraíba Já, as rádios Mix FM e 98 FM e a TV Correio. Nessa última se insere, sendo exibido sempre ao meio dia, de segunda a sábado. É possível assistir, enquanto programas locais, o Correio Esporte, apresentado por Vanessa Braz, antes de sua transmissão, e os programa Correio Debate, apresentado por Helder Moura, após o encerramento ao programa.
Dando uma rápida olhada, é possível perceber a diferença entre o programa apresentado por Samuka e os demais da rede. O tom opinativo, o andar pelo estúdio, uma performance que sabe trabalhar com os erros, os improvisos, as câmeras, dando a impressão de colocar o espectador dentro do programa, dando-lhe um olhar técnico e profissional em cima da atividade televisiva (DELEUZE, 1992, p. 96). As gírias, a linguagem popular, a marca de autoridade, como se quem ali falasse não informasse, mas moralizasse, como faz um pai, um padre ou um pastor. O uso de sons externos, de vozes gravadas se contrapõem à limpeza de estúdio e voz dos demais programas. Correio Verdade é muito mais dinâmico que os demais.
Além disso, a abertura do programa para com uma estética do improviso deixa mais espaço às chamadas publicitárias, desde condomínios a lojas de enxovais. Dentre os três programas, é o que mais apresenta intervenções publicitárias, o que o coloca em posição privilegiada na rede. De fato, o programa Correio Verdade, podemos dizer, é a âncora da programação da TV Correio, ou seja, o que garante a audiência não apenas dele, mas também dos demais programas, ou, pelo menos, ao primeiro, Correio Esporte, cujo público pode vir a ser também espectador do Correio Verdade.

A “Caravana da Verdade”

Se o programa Correio Verdade se aproxima do espectador pela linguagem usada e pelas imagens do vídeo – o único programa que coloca como tema, ainda que de forma negativa, as periferias da Grande João Pessoa –, a “Caravana da Verdade” aproxima pessoalmente programa, apresentador e repórter aos espectadores. Nelas, o programa é gravado de cima do palco, ao som de alguma banda pop de forró eletrônico.
Mas para que a Caravana ocorra, há uma economia de produção. Aluguel de palco, contratação de banda, cabine para a produção, segurança local, sistema de sonorização, transmissão ao vivo e lanches geram um orçamento expressivo, que é gerido pelos anúncios e parcerias, da mesma forma como acontece normalmente, com os programas televisivos e o jornal impresso Correio da Paraíba. Assim, cada caravana arregimenta uma série de parceiros privados, tais como: faculdades particulares, empresas de fornecimento de energia elétrica, operadoras de celulares, lojas de calçados, clínicas estéticas, entre outros. Essas empresas tem direito a tenda no local, para oferecer serviços à população presente ao show/programa/espetáculo.
Por outro lado, aumentando o rol de serviços, que na última caravana foi de 11 postos, há a parceria com órgãos e setores públicos do estado, tais como secretarias de saúde, secretaria de meio ambiente, e mesmo a participação da Organização dos Advogados do Brasil, que, coincidentemente, organiza o Fórum pela Ética na Mídia, que muito critica programas policiais como o Correio Verdade. Esses órgãos fazem a legitimação pública do espaço. Fechado em seus serviços, não importa onde estejam, se em programa policial, numa caravana, numa missa: prestam apenas seus serviços, facilitando e melhorando a vida da população carente.


(1) Regulamente, o Sistema Correio de Comunicação, em especial a produção da TV Correio e do programa Correio Verdade, realizam a Caravana da Verdade em bairros considerados periféricos na cidade, ou em arredores periféricos de bairros de classe média e alta. Até o presente texto, a última Caravana havia sido realizada no bairro do Cristo Redentor, na cidade de João Pessoa, no dia 25 de agosto de 2011. No momento, embora chovesse bastante no local, uma multidão de cerca de duas mil pessoas estiveram presentes.

(2) Fala do apresentador Samuka Duarte antes de entrar ao palco na caravana referida acima, enquanto realizava flashes de voz ao vivo de sua cabine.


Referências

DELEUZE, Gilles. Conversações 1972-1990. São Paulo: Ed. 34, 1992.



Emerson Cunha

É jornalista e Integrante do Observatório da Mídia Paraibana

3 comentários:

  1. correio verdade nos da qui de santa rita fazemos parte desse crescimento . queria mandar um beijo pra todos da TV record e agradecer a deus por você fazer parte de nossa cidade!!!!!!!!!!
    obrigada
    assinado jessica silva
    cidade: santa rita -pb
    alto das populares

    ResponderExcluir
  2. Parabés,a o prorama correio verdade e, também pra Samuca seu prograva esta de parabéns,sou de pernanbuco goiana,mas em casa pega a record da Paraiba então acompanho seu programa ,Samuca manda um alo pra mim tá .ana paula

    ResponderExcluir
  3. samuca minha jóia seu programa é da hora mas vc manda um alo pra toda a paraiba e esque ce de sao jose de piranhas ,faça isso nao ...vc é10

    ResponderExcluir

Os comentários não passam por mediação e todos serão mantidos, exceto aqueles que adotarem condutas agressivas ou comerciais.